Cadastre seu e-mail para receber atualizações

quarta-feira, 25 de julho de 2012

SUNSET RUN 2012 - Ribeirão Preto

Dia ou noite, a Corpore sempre marca presença nos eventos. Dessa vez foi na SunSet Run, corrida no fim da tarde que aconteceu em Ribeirão Preto na Fazenda Santa Maria. Aprovação total entre nossos atletas, desde o belo cenário cercado pela natureza abundante até nossa estrutura preparada especialmente para receber nossos clientes. Confira algumas fotos:


























segunda-feira, 25 de junho de 2012

Correndo na Subida


Tem gente que gosta. Mas tem muito mais gente que tem uma enorme dificuldade.
Correr na subida exige um esforço muito maior. Por isso, técnica e critérios de treinamento são fundamentais pra você não "morrer" nessa parte do percurso.
Para você sentir um efeito negativo menor na subida é necessário aprimorar a técnica e a qualidade dos treinos em elevações.
Na composição da planilha de treinamentos, ele deverá figurar como um treinamento específico.
Se os percursos que você treina costuma ter subidas e as provas escolhidas também, então o treinamento com rampa deverá fazer parte da sua rotina de treino, mas na medida certa para que não tragam prejuízo para seu organismo.
Procure alternar subidas menos íngremes, com as mais rigorosas, dando um tempo e descanso necessários para que seu corpo se habitue e se condicione.




Durante a subida nossa postura muda totalmente. É necessário diminuir a passada e com isso executar mais passos do que no plano.
Outra característica é a mudança de fases de sua passada. Geralmente, ao andar, colocamos primeiro o calcanhar, meio do pé e ponta do pé. Na subida é melhor usar a última parte da marcha (ponta do pé) para diminuir o impacto no calcanhar e evitar uma inflamação no Tendão de Aquiles.
A posição do corpo também muda. No plano a postura é mais ereta e durante a subida há uma necessidade de inclinar o corpo para frente sem se curvar, para diminuir o atrito contra ventos e descomprimir a região lombar da coluna.
Outra dica para melhorar seu desempenho na subida é fazer treinos muscular de força, já que é necessário que os músculos tenham mais força nesse trecho. 
                                                                                                                            
Bons Treinos!

terça-feira, 29 de maio de 2012

Corrida e envelhecimento precoce

A ideia de que correr envelhece se dá pelo fato de que há a formação dos famigerados "radicais livres" e "oxidantes" quando fazemos uma atividade física intensa.
A boa notícia é que é possível combate-los com uma alimentação rica em anti-oxidantes.
As vitaminas anti-oxidantes podem ser encontradas em diversos alimentos funcionais.
As principais são as vitaminas A, C e E. Elas se unem aos radicais livres e não permitem que causem nenhum dano às células saudáveis.
A vitamina A pode ser encontrada no abacate, mamão, pêssego, cenoura, brócolis e espinafre. A laranja, o abacaxi, pimentão, agrião são ricos em vitamina C. Já a vitamina E pode ser encontrada nos óleos vegetais, castanhas, sementes, grãos e vegetais verdes.
Tomar polivitamínico pode ser um opção, mas deve-se ter uma orientação médica para avaliar as reais necessidades de cada organismo.
A prática de atividade física promove um rejuvenescimento geral do organismo. Ossos, músculos, coração, pulmões e sistema imunológico melhoram muito com o exercício.
Uma outra vantagem é o aumento da  produção de colágeno, proteína responsável pela elasticidade da pele, pelo tônus muscular, pela saúde das cartilagens, articulações e cabelo; devido à  melhora da circulação sanguínea.
Então pode-se afirmar que correr não envelhece, mas ao contrário, garante alguns anos a mais da disposição de um jovem. O estilo de vida sim, pode ser mais prejudicial do que correr sem exageros. O efeitos do álcool, gordura saturada, cafeína, noitadas, açúcar e stress podem envelhecer bem mais do que um estilo de vida saudável.